Ética em crise: o desgaste na atualidade

José Saramago, Prêmio Nobel 1998

Hildênia Marques  Psicóloga, MSc.

“… Acho que na sociedade atual falta a filosofia. Falta-nos reflexão, pensar, precisamos do trabalho de pensar e parece-me que sem idéias não vamos a parte nenhuma…”(Saramago).

Concordo com Saramago quando fala da dificuldade que o homem contemporâneo vem apresentando para pensar, refletir sobre sua própria vida.

Venho percebendo como a palavra ética anda desgastada na atualidade, aparecendo sempre na mídia acompanhada de mensagens curtas, na maioria das vezes com significados reduzidos a algum código de conduta, ou a situações críticas e inimagináveis, sugerindo apenas uma dúvida sobre como devemos agir em determinada situação.

Isso me faz retornar ao significado da palavra “ética”. Ética vem de ethos, que quer dizer morada do ser. É a casa, o lar, é onde nos sentimos seguros, acolhidos.  É dessa maneira que nos percebemos enquanto “pessoa” na sociedade.

Na realidade, sabemos que as questões éticas são amplas e vão muito além dessa forma corriqueira e às vezes até banalizada, como vem sendo tratadas nos dias atuais.           

O genial filósofo alemão Immanuel Kant deixou-nos sua eterna contribuição sobre ética quando afirma: “Age de modo que a máxima de tua ação possa sempre valer também como princípio universal de conduta. Age de modo a tratar a humanidade, seja na tua pessoa ou na do outro, como fim e nunca como meio.”

Na modernidade, ethos e indivíduo parecem estar separados. A ética está vivendo um momento de crise, abalada pelo descaso do homem por ele mesmo, imerso num individualismo exacerbado. Viramos objeto único do nosso amor e nesse surto narcísico não há espaço para o outro. 

Cenas de agressões gratuitas, dificuldade na aceitação das diferenças, bullying, brigas em locais coletivos, estão cada vez mais freqüentes, o que nos aponta para uma situação de crise do convívio social.

Antigamente, sabíamos as notícias das guerras e dos massacres pelo rádio, pelos jornais e depois pela televisão. As informações chegadas a nós sobre a Primeira Grande Guerra, chamada por muitos autores de “ferida da humanidade,” nos incomodam até hoje e foram tão chocantes, que sempre me pergunto como foi possível chegar àquele nível de intolerância.

Mais difícil ainda é entender como o que causou tanto mal-estar no passado está sempre voltando, com outras roupagens, em versões mais modernas, mas cada vez mais bárbaras e cruéis. Atualmente, assistimos outro tipo de guerra cujo inimigo é silencioso e invisível! Devastador, disseminou-se mundo afora com rapidez e eficiência letais. A ciência, em tempo recorde, vem buscando exaustivamente por remédios, tratamentos e já nos oferece as vacinas. Entretanto, sabemos que essa corrida pela contenção do vírus vai depender da nossa postura e conduta como seres humanos! 

A pandemia do Covid-19 deveria nos levar a uma reflexão profunda de como atitudes em prol da coletividade poderiam ser decisivas nesse momento, onde os tão falados cuidados básicos (lavar as mãos, máscaras, distanciamento etc.) sejam somente o começo, ou seja, fundamentos para reflexões muito mais profundas. Pensar na alteridade tornou-se uma questão de vida ou morte. Faz-se urgente repensar a vida a partir do coletivo.  Diante disso, entre outros motivos, surge a dificuldade de criar-se uma ética que seja universal, para todos, quando se pensa cada vez menos no “outro”. Estamos sobrevivendo num momento de caos, aos trancos e barrancos, em meio a situações paradoxais, onde a máxima atual tornou-se: “Salve-se quem puder, custe o que custar.”

 Termino também com Saramago que diz: “Para mim a prioridade é o homem, não há outra.”

                                                                             Contatos: hildmarques@gmail.com

#

Publicado por blogdocondearthur

Publicitário, jornalista e escritor

Um comentário em “Ética em crise: o desgaste na atualidade

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: